"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

O que é TOC? Quais são os sintomas? Como funciona?

Lavar as mãos excessivamente pode ser um sintoma de TOC

O chamado Transtorno Obsessivo-Compulsivo (“TOC”) (na literatura em inglês Obsessive-Compulsive Disorder – “OCD”) é uma doença em que o indivíduo apresenta obsessões e compulsões, ou seja, sofre de idéias e/ou comportamentos que podem parecer absurdas ou ridículas para a própria pessoa e para os outros e mesmo assim são incontroláveis, repetitivas e persistentes.

A pessoa é dominada por pensamentos desagradáveis que podem possuir conteúdo sexual, trágico, entre outros que são difíceis de afastar de sua mente, parecem sem sentido e são aliviados temporariamente por determinados comportamentos. O Transtorno Obsessivo-Compulsivo é considerado o quarto diagnóstico psiquiátrico mais frequente na população.

De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o ano 2020 o Transtorno Obsessivo-Compulsivo estará entre as dez causas mais importantes de comprometimento por doença.

A ciência tem conseguido esclarecer vários fatos em relação ao TOC embora não consiga ainda esclarecer suas verdadeiras causas. Provavelmente concorrem vários fatores para o seu aparecimento: de natureza biológica envolvendo aspectos genéticos, neuroquímica cerebral, lesões ou infecções cerebrais; fatores psicológicos como a aprendizagem; certas formas errôneas de ver e interpretar a realidade próprias dos portadores do TOC, e até culturais. TOC pode ocorrer após traumatismos, lesões ou infecções cerebrais; ser muito comum que numa mesma família existam vários indivíduos acometidos sugerindo uma predisposição genética. Além destes fatos foi sobretudo importante a descoberta de que determinados medicamentos que estimulam de alguma forma a assim chamada função serotonérgica cerebral reduzem os sintomas de TOC.

Os fatores de natureza psicológica influem no surgimento, na manutenção e no agravamento dos sintomas de TOC. É bastante comum que os sintomas surjam depois de algum estresse psicológico; conflitos psíquicos agravam os sintomas, e têm cada vez ficado mais claras certas alterações no modo de pensar, de perceber e avaliar a realidade por parte destes pacientes. Eles tendem a supervalorizar a importância dos pensamentos como se pensar fosse o mesmo que agir; tendem a supervalorizar o risco e as possibilidades de ocorrerem eventos desastrosos (contrair doenças, perder familiares, contaminar-se); tendem a superestimar a própria responsabilidade quanto a provocar ou prevenir eventos futuros; são perfeccionistas, perdendo muito tempo com a preocupação de fazer as coisas bem feitas e evitar possíveis falhas ou imperfeições e imaginam modificar o curso futuro dos acontecimentos com a execução dos rituais (pensamento mágico).
O TOC manifesta-se sob a forma de alterações do comportamento dos pensamentos. Sua característica principal é a presença de obsessões: pensamentos, imagens ou impulsos que invadem a mente e que são acompanhados de ansiedade ou desconforto, e das compulsões ou rituais: comportamentos ou atos mentais voluntários e repetitivos, realizados para reduzir a aflição que acompanha as obsessões.

Tipos mais comuns de TOC:

• Preocupação com sujeira, contaminação, medo de contrair doenças e lavagens excessivas
• Lavar as mãos inúmeras vezes ao longo do dia;
• Lavar imediatamente as roupas que tenham sido usadas fora de casa (mesmo limpas);
• Lavar as mãos imediatamente ao chegar da rua;
• Trocar excessivamente de roupa;
• Tomar banhos muito demorados, esfregando demasiadamente o sabonete;
• Usar sistematicamente o álcool para limpeza das mãos ou do corpo;
• Lavar as caixas de leite, garrafas de refrigerantes, potes de margarina, antes de guardá-los na geladeira;
• Passar o guardanapo nas louças ou talheres do restaurante antes de servir-se;
• Usar xampu, sabão, desinfetante ou detergente de forma excessiva;

Avalie a possibilidade de você ser ou não um portador do TOC

• Preocupo-me demais com sujeira, germes, contaminação, pó ou doenças.
• Lavo as mãos a todo o momento ou de forma exagerada.
• Limpo ou lavo demasiadamente o piso, móveis, roupas ou objetos.
• Tomo vários banhos por dia ou demoro demasiadamente no banho.
• Não toco em certos objetos (corrimãos, trincos de portas, dinheiro, etc.) sem lavar as mãos depois.
• Evito certos lugares (banheiros públicos, hospitais, cemitérios) por considerá-los pouco limpos ou achar que posso contrair doenças.
• Verifico portas e janelas mais do que o necessário;
• Verifico repetidamente o gás, o fogão, as torneiras e os interruptores de luz após desligá-los
• Minha mente é invadida por pensamentos desagradáveis e impróprios, que me causam aflição e que nem sempre consigo afastá-los.
• Tenho sempre muitas dúvidas, repetindo várias vezes a mesma tarefa ou pergunta para ter certeza de que não vou errar
• Preocupo-me demais com a ordem, o alinhamento ou simetria das coisas, e fico aflito (a) quando estão fora do lugar.
• Necessito fazer coisas de forma repetida e sem sentido (tocar, repetir certos números, palavras ou frases).
• Sou muito supersticioso com números, cores, datas ou lugares.
• Necessito contar enquanto estou fazendo coisas.
• Guardo coisas inúteis (jornais velhos, caixas vazias, sapatos ou roupas velhas) e tenho muita dificuldade em desfazer-me delas.
Caso tenha respondido positivamente a uma ou mais dessas afirmativas, é provável que você seja portador do TOC. Para o diagnóstico definitivo, os sintomas devem causar desconforto ou interferir de forma significativa nas suas rotinas, no seu desempenho profissional, ou nas suas relações sociais e ocupar pelo menos uma hora por dia do seu tempo. Em caso positivo ou se tiver dúvidas, discuta com seu médico.

Se ainda restarem duvidas basta perguntar
Pablo S Rosa

About these ads

21 Respostas

  1. gostei desse assunto

    04/09/2012 às 16:37

    • Pablo Rosa

      Realmente é um assunto interessante e abrangente. Alguma duvida sobre TOC?
      Alguma sugestão?

      05/09/2012 às 23:11

    • Olá td bem?Meu nome eh Ligia,qdo era mais nova tinha 16 anos,percebia q era detalhista igual minha avó,arrumar o armário levava horas,pra mim era sufocante ter q voltar para arrumar a mesma coisa…trabalhava d op.cx fikei bem pior…tinha dor d cabeça frequentemente d pensar várias vezes na mesma coisa,até q um dia vi uma reportagem q me ajudou bastante…dizia pra não voltar nas coisas,ou seja,na arrumação,não voltar nakele vidro d perfume virado,deixar ele pra lá…fui auto me policiando e hj aos meus 32 anos estou bem melhor,tive um filho,casa pra cuidar e não tenho tempo pra voltar nas coisas…na época contei somente pra minha mãe e ela dizia:q nda isso passa,sua vó era assim e me ajudou bastante…posso dizer q sofri mto com essas manias e me atrapalhava no serviço ou,tudo q iria fzer!A gente mesmo consegue se curar começando com a sua própria mente a deixando as coisas pra lá,evitando voltar nelas…hj não tenho vergonha d falar pois vc tem q ser vc mesma e se ajudar!!!desejo a todos q possuem TOC q viva intensamente sem se preocupar c detalhes,procure sair pra lugares arborizados q vc se distraia e VIVA e procure ser FELIZ e aceite sua maneira de ser e sem se preocupar com oq os outros vão dizer!!!bjoss fikem c DEUS!

      10/01/2013 às 8:06

  2. julia de andrade costa

    bem eu sofro do toc mais ninguem da minha familia me entendi….

    20/10/2012 às 19:50

    • Pablo Rosa

      realmente esse é um caso comum para os portadores de toc. Hoje existem muito clinica de apoio e muita informação fácil e pratica que, mostrada aos pais, pode diminuir um pouco o “preconceito”.
      Se eu puder fazer alguma coisa é só falar.
      Obrigado Julia
      Pablo SRosa

      22/10/2012 às 22:10

      • gabriel

        pelos sintomas,eu acho que o meu primo sofre de TOC,pois ele lava a mão muitas vezes ao dia,e cheira tudo o que ele pega.Será que é me passa um email falando se é ou não é obrigado.

        25/11/2012 às 18:19

    • hercules

      oi julia podemos se conhecer? fique tranquila não estou cantando vc mas ja fiz tratamento para toc e gostaria de ajudar vc se puder me add no skype abraços td de bom fique COM DEUS. herculeseculer@live.com ( meu skype)

      05/08/2013 às 14:59

      • Pablo Rosa

        Olá Hercules, se possível compartilhe um pouco sobre seu tratamento conosco, poderá ser de grande valia a todos.

        05/08/2013 às 15:20

  3. Pablo Rosa

    Gabriel, recomendaria a você procurar um psicologo ou alguém que possa lhe ajudar, pois não sou formado em psicologia.
    Caso eu consiga algum contato ou mais informações sobre a situação do seu primo, lhe falarei.
    Obrigado
    Pablo SRosa

    03/12/2012 às 11:58

  4. Priscilla Almeida

    Pablo , boa tarde

    Eu tenho muitas vezes pensamentos , que não sou eu que quero pensar ,
    mas não consigo tira – los da cabeça , coisas como morte , acidentes , nuusss ..
    As vezes ate na missa aos domingos , entram pensamentos Horriveis na cabeça e nao consigo se quer me concentrar . Alem dos pensamentos , lavo as mãos toda hora ,
    Se as vezes eu sei q apaguei as luzes , quando vou dormir , eu sei que apaguei mas eu tenho q voltar pra conferir , e se nao faço isso , nuuss , não consigo nem dormir .
    Não vou enumerar aqui , pq se nao fico ate amanha , rs , mas ja tive sindrome do panico , e as vezes axu que pode ser a sindrome voltando , mas assistindo um video aqui , eu começei a pensar que posso ter toc …
    O que vc acha ?

    10/01/2013 às 14:47

  5. Tamiris

    tenho todos esses sintomas, e mais um pouco; inclusivel eu conto cada gole de agua que bebo e antes de usar o banheiro da minha casa limpo a tampa varias vezes e dou descarga…ahh e tenho sindrome do panico…

    15/01/2013 às 12:24

  6. Pablo Rosa

    Primeiramente, desculpe a demora para responder. Como eu já disse, não sou psicólogo formado (iniciei o curso esse ano), então estava consultado alguns psicólogos para obter um resposta mais clara.
    Olha os sintomas apresentado no texto são sintomas clássicos, ou seja, são os mais comuns, mas isso não quer dizer que são apenas eles. Os sintomas listado nos comentários – principalmente o da Tamiris, que para mim foi o mais claro – também podem caracterizar um quadro de TOC.
    Outra observação que eles fizeram foi que é muito difícil fazer o diagnostico através da internet, sem conhecer o paciente, portanto recomendo que, se os sintomas continuaram, agravarem ou influenciarem de forma negativa na sua vida, procure um psicólogo, pois ele achará a melhor maneira de curar ou pelo menos reduzir os efeitos do sintomas.

    Espero ter ajudo e, mais uma vez, desculpe a demora para responder.
    Obrigado
    Pablo SRosa
    PS: Na semana “pós-carnaval” eu voltarei a escola e pedir para que meus professores deem uma olhada mais criteriosa sobre esses sintomas. Assim que conseguir isso postarei aqui.
    PS2: Se obtiverem algum resultado ou confirmação, por favor, postem aqui, para que possa acompanhar e ter certeza de que meu post ajudou, pois assim, poderei elaborar outros da mesma forma.

    09/02/2013 às 13:28

  7. Ariani

    ola, meu nome é Ariani e eu tenho 19 anos. não tenho certeza se é mas tenho esses mesmos sintomas, como falar para minha família? e se eles não acreditarem? por favor me responda quando poder. obrigada.

    04/04/2013 às 21:39

  8. Pablo Rosa

    Olá Ariani,
    Como não sou psicologo não posso afirmar o que deve fazer e, muito menos, fazer um diagnostico preciso.
    A minha recomendação é que você procure ajuda especializada para confirmar se é ou não é e é necessário que você converse com seus pais – se achar necessário apresente esse artigo. Não tem porque se envergonhar de ter TOC, afinal é uma doença como qualquer outra e, por isso, é necessário que procure por ajuda – e a procura tem que partir de você, pois isso é uma parte fundamental para o tratamento – e é necessário que procure e converse com seus pais, pois eles podem até ajudar no tratamento, além do fato de que se não procurar ajuda a doença pode piorar e, se já não atrapalha, pode realmente começar a atrapalhar sua vida cotidiana.
    Obrigado pela participação e continue participando. Espero ter ajuda
    Atenciosamente,
    Pablo SRosa

    PS: Desculpe a demora, estava procurando alguma forma ‘direta’ (empresa, auto-atendimento, ou algo do tipo) que pudesse te ajudar a confirmar ou não o diagnostico.

    08/04/2013 às 15:11

  9. Águeda Vitória

    Olá, meu nome é Águeda, tenho 14 anos, me preocupo bastante com limpeza e organização, lavo minhas mãos várias vezes ao dia e tenho muitos pensamentos negativos ex: mortes, assaltos, coisas ruim que possam estar acontecendo comigo ou com minha família, tenho dificuldades na minha vida social, mas até então achei que isso fosse só paranóia. Minha mãe briga sempre comigo pq eu não gosto de me relacionar com outras pessoas e diz q é normal em minha idade sair com as amigas, ter um namorado,etc., mas eu não consigo parar com isso e quando me dou conta já com uma caixa de sabão em pó nas mãos, pois, cheiros agradáveis me fazem bem. Obrigada pela atenção e, será que poderia me ajudar? Responda assim que puder, obrigada.

    26/06/2013 às 10:29

    • Pablo Rosa

      Olá Águeda,
      Primeiramente, você deveria conversa com seus pais, sobre suas preocupações, pensamentos, manias e hábito, pois, os seus pais – e até os amigos – podem ajudar a amenizar o efeito deles sobre a sua vida.
      Depois, você poderia procurar ajuda especializada, pois, TOC é uma doença complicada e que pode atrapalhar de maneira grave a vida de muitas pessoas. Dessa forma, um tratamento se faz necessário, até porque, como você mesmo disse, você se sente incomoda com isso.
      Vale a pena ressaltar que, às vezes, ter pensamentos como esses, ter dificuldades para socializar pode não ser nada ou pode ser sintoma de outra coisa, mas, advirto, se você se sente incomodada, deve sim procurar ajuda. Lembre-se procurar ajuda nunca é vergonha.

      29/06/2013 às 13:55

  10. Mariana

    Meu nome é Mariana, tenho 37 anos, descobri que tenho TOC há certa de 7 anos, foi quando realmente eu percebi pode ter sido antes estando inconciente.
    não consigo pegar nas mãos de uma pessoa, sem que lave-as imediatamente
    dinheiro eu pego com muita dificulade, mas preciso lavar as maos imediatamente
    se eu tiver em algum lugar parada ou esperando alguem, fico contando o tempo todo, pisos, azulejos, vidros de janelas…….conto, multiplico o tempo todo
    gosto de minhas roupas sempre certinhas, os cabites sempre alinhados, roupas separadas por cores
    quando o assunto é relacionado a sexo, eu entro em pânico,não deixo o parceiro me tocar, me travo toda, demora muito para eu conseguir me soltar e as vezes não consigo relaxar e acaba nao rolando nada, meu parceiro nao entende e acha que é frescura da minha parte

    26/06/2013 às 16:51

    • Pablo Rosa

      Olá Mariana,
      Realmente às vezes muitas pessoas não conhecem ou não compreendem o TOC e acabam rotulando a pessoa por algo que ela não tem culpa.
      Obrigado pela contribuição, se quiser compartilhar mais sobre a tratamento, a melhora, os danos causados pelo TOC, ficarei grato e acho que muita gente também, pois, o TOC não é uma doença rara, mas, é pouco conhecida e, muitos que a possuem, têm vergonha de falar sobre ela. Por isso, compartilhar pode ajudar a si mesmo e aos outros.
      Atenciosamente,
      Pablo S Rosa

      29/06/2013 às 14:09

  11. adriana ferreira assumpçao

    ola tdo been ?? eu n sei o q acontece faz 7 anos q venho enfrentaando um problema q nem os medicos en q passeii pisquiatricos e piscoligoss …eeu tenho uns pensamentoss q n me saen da cabeça q fikan martelando na minha mente quase diariamente pensamentos negativoss ruim devastrador q parece q vai acontece mesmo se eu nao fugi da situaçao sofro muituu com issuu eu acho q tenho toc eu tenho uma filha de 7 anos se eu fikar muituu tenpo só com ela fiko com medo desse pensamento vim na minha mente e fazer algum mal a ela …e tenho percebido q quando ten outra pessoa junto de min n vai acontece nada ou eu tenho ter mais q duas pessoas ao meu lado ai na acontece nda se tiver só uma ven esse pensamentos devstrador q me deixa en crise de ansiedade até en panico fiko por n poder controlar meus pensamentos é muituu sofredor tomo medicamentos antipiscotiko e antidepressivo mais n vejo resultado por favor me ajude eu quero entender o q se passa comigoo obrigdo

    14/07/2013 às 15:41

  12. Josy

    ola pablo?
    não sei se o q eu tenho e toc + tenho nojo de tudo exemplo como de animais de algumas pessoas comidas que eu ñ vejo prepararem, roupas ambientes e certos praticas na area sexual etc… tbm tenho mania d ler tudo por onde passo. sera que tenho toc? aguardo resposta.

    25/07/2013 às 17:46

    • Pablo Rosa

      Boa noite Josy,
      Para realizar um diagnostico preciso e completo é necessário mais informações. Portanto, recomendo que você procure um psicologo de sua preferência.
      obrigado pela participação.

      02/08/2013 às 18:06

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.