"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

O lago

Ele está sozinho em um jardim

Sua mente foi apagada

Ele não consegue se lembrar de nada

Nem uma imagem passa por sua cabeça

Nem um som passa por sua cabeça

O que aconteceu?

Ele nem sabe como chegou ali

Tudo começou após um sonho louco

Ou não foi um sonho?

Ele possui uma mascara

Ele não sabe quando, e nem como, a conseguiu

Ele não seu significado

Ele não sabe o que se passa em sua cabeça

Suas obsessões foram apagadas

Os escombros estão sumindo pouco a pouco

Apenas sua paranóia permanece

Ele sente que foi abandonado

Mas não sabe por que e nem quem o abandonou

Sua mente está bloqueada

Ele está perdido

Ele não tem acesso a sua memória

Mas, porque isto?

Ele caminha pela grama verde

Para na frente do lago e fica olhando o reflexo n’água

Não tem ninguém ao seu lado

Mas, aquele não é o seu reflexo

De repente o reflexo se comunica com ele

Ele fica espantado

Mas não sente medo

Como isto é possível?

De alguma forma ele sabe que o reflexo vai lhe ajudar

Ele permanece ali olhando fixamente para o reflexo

A água começa a se movimentar

As ondas Forman imagens

Imagens de seu passado

Imagens que foram apagadas de sua mente

Elas estão aparecendo lentamente

Mas o reflexo permanece intacto

Ele começa a entender o reflexo

Ele possui a habilidade de mostrar sua memória reprimida

Ele sente que ele e o seu reflexo possuem uma ligação forte

Eles são como irmãos

Irmãos? Como alguém pode ser irmão de uma poça d’água?

Ele não sabe mais de alguma forma seu passado está preso ali

Ele não sabe como libertar aquelas imagens

Ele não compreende as imagens, mas consegue senti-las

Por um minuto ele duvida que esteja acordado

Ele acha que está sonhando

Mas as imagens são tão reais

Ele quer alcançá-las, mas não consegue

Ele vê o reflexo cada vez mais perto

Ele estende suas mãos em direção ao lago

O reflexo faz o mesmo

E as mãos se encontram, puxando-o para dentro do lago

Ele não sente medo

E e confia em seu “irmão”

Ele quer resgatar estas lembranças

Mas, que lembranças são essas?

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s