"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

O Passado

Ele está em uma sala escura

Existe uma porta a sua frente

Ele vai andando lentamente

É um lugar familiar

Este lugar é o seu ‘quarto’

Mas, ele está diferente

A vela já se acabou

As correntes estão quebradas

As portas estão abertas

E Ele não está no canto

Nada o atormenta

A solidão que o cercava crescia a cada instante

Ela era sempre mais ameaçadora

Mais asfixiante

Mas também era a guardiã do seu ‘eu’

Era o aviso que ele estava se libertando

Seu espírito já estava se libertando

Ele estava saindo das sombras para se libertar

Ele ‘criava’ tormentas para se libertar aos poucos

Para deixar seu espírito evoluir

Ele percebia seu livre espírito emergindo aos poucos

Agora a solidão é sua amiga

Ele a usa como refugio

As sombras o ajudam a encontra seu livre espírito

As sombras o ajudam a conte-lo

Às vezes, é necessário conte-lo

Pois ele ainda não se acostumou com ele

Pois o mundo ainda não se acostumou com ele

Mas ainda existe alguém que o compreende

Ou pelo menos ele espera que exista

Pois, na maioria das vezes, as pessoas mostram o contrario

Pablo S Rosa

Anúncios

4 Respostas

  1. Luiza

    Eu gostei dessa Pablo !

    27/04/2011 às 20:43

  2. “Há espíritos que escurecem suas águas para fazê-las parecer profundas. ”
    (Friedrich Nietzsche)

    “Ele” percebia seu livre espírito emergindo aos poucos.
    A metamorfose faz com que um lagarto após se encasular, se transforme em borboleta.
    “Ele” deve saber que em uma obra de arte o pintor escolhe a tela, a figura, e as cores.
    Resta-nos admirar.

    27/04/2011 às 23:28

  3. Pablo Rosa

    “Ele” é o inicio, o fim e o meio.
    “Ele” acha que é um poeta e por isso fingi, cria, tudo para atender suas necessidades.
    “Ele” é o senhor de si mesmo, senhor de suas virtudes.
    “Virtude é o saber, que só se peca pela ignorância, virtuoso é o feliz” ( Friedrich Nietzsche)

    28/04/2011 às 18:09

  4. Todo homem possui sua finalidade particular, de modo que mil direções correm, umas ao lado das outras, em linhas curvas e retas; elas se entrecruzam, se favorecem ou se entravam, avançam ou recuam. (Nietzsche)

    “Ele” certamente não é diferente.

    Até mesmo o virtuoso se perde, se encontra, se entristece, se alegra. “Ele” estando agora senhor de si, vivência um momento que não é eterno.
    Portando deve viver com intensidade o que lhe
    apresenta, e não se desesperar com o revés.

    03/05/2011 às 23:01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s