"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

Momentos

Sentado

Luzes brilham no alto das montanhas

No escuro, as luzes são mais intensas

Tudo quieto

Apenas o silencio aparece

Tranquilo, Ele deixa a caneta agir sobre o papel

Apenas uma pessoa importa, neste momento

E ela está perto

Mas, ele não pode ver

A escuridão o impede de enxergá-la

Mas, isso não o impede de continuar o seu trabalho

Pois, ele pode sentir

Ele quer sentir

Ele pode escutar

E Ele quer escutar

Ele pode pensar

E Ele quer pensar

E por isso, pode continuar seu trabalho

Mesmo a distancia ele pode trabalhar

Pois, seu trabalho o aproxima dela

As luzes ainda estão distantes

A escuridão permanece

E isso o distancia mais

Isso o faz pensar mais

Isso o faz querer mais

Neste só existem Ele, o silêncio e uma ideia

A caneta continua trabalhando

Ele sente a distancia

Mas, ele não pode fazer nada

Ele não pode controlar tudo

Ele percebe que algo está diferente!

Mas, cabe a ele aceitar

As coisas nem sempre são ‘controláveis’

Cabe a ele entender que existe perguntas cujo resposta não são compreendidas

Apesar de serem simples

A resposta é difícil

Pois, alguém saberia dizer

“Qual a diferença de o corvo para uma escrivaninha?” (Chapeleiro)

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s