"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

Enquanto…

De volta

Mesmo que por algumas poucas horas

Ele está de volta

Ele começou a sair

Mas, ainda não consegue ficar do lado de fora

Porque ainda existe muita luz!

Aos poucos,

Ele vai criando sua sombra

Aos poucos,

Ele vai remontando os seus espaços

Pois, Ele precisa falar!

O relógio está contra ele

O tic tac leva-O embora

Por isso, Ele age

Por isso, Ele cria

Neste momento, nada O incomoda

Ele está focado

Focado em relatar sua volta

Aquele abismo que o separava

Está ficando cada vez menor

Porque, a lua o ouviu

Mas, enquanto isso, Ele vai achando novas maneiras

Ele vai modificando significados

Ele vai mudando conceitos

Ele recorre às três linhas

Ele recorre à lua

Mas, não uma lua qualquer

A sua lua

A lua que O inspira

A lua que me inspira!

Passo a passo

Ele vai construindo a sua sombra

Pois, Ele precisa voltar

Ele precisa falar

E aos poucos,

Ele vai falando

Ele vai mostrando

Pois, Ele sabe que palavras podem ser modificadas

Significados podem ser deturpados

Mas, neste momento

Isso não importa

Pois, Ele sabe que Seu tempo é curto

Ele só permanecerá

Enquanto a lua for visível

Enquanto o sol ficar escondido

Enquanto a Sua lua o fizer existir

Enquanto a Sua lua o fizer pensar!

 

Pablo S Rosa

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s