"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

O tempo

O tempo passa

E eu estou aqui

Flashes do passado me assombram,

As horas passam

E eu não posso fazer nada!

A cada badalada

Desce uma lágrima,

As lembranças ganham vida

E as pessoas não voltam mais!

Tempos simples e despreocupados

Felizes,

E minha única tristeza

Era a hora de ir dormir!

O tempo passa

E eu não sou mais o mesmo

Hoje,

Eu não quero olhar para trás

E ver como tudo mudou

E sentir a falta daqueles que estavam aqui comigo!

Não sei,

Mas, às vezes,

Parece que não vai passar

E isto só aumenta minha angustia!

As badaladas

As lagrimas

A saudade de cada pedaço só aumenta

Pedaços que ficaram no passado

Pedaços que me faziam feliz?

Pedaços que eu não posso ter de volta

Mas, por quê?

Por que tudo tinha que mudar?

Por que o tempo tinha que passa?

As badaladas

As lágrimas…

(Este também é para você Bárbara Silva Linhares)

Pablo S Rosa

Anúncios

Uma resposta

  1. To chique mesmo hein, mais um poema! hahaha Obrigada

    05/08/2011 às 18:26

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s