"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

restos…

O mesmo quarto
Há mesma hora
A mesma vida
Uma mente parada!
Sem ideias
Sem inovações
Mais uma mente aprisionada!
O ar é um calabouço
As badaladas são as correntes
Eu posso senti a minha respiração indo embora
Pouco a pouco
Enquanto eu apenas fecho os olhos
Para não ver nada
Para não sentir nada
Pois, não quero ver o tempo passar
Não quero ver o mundo girar
Não quero ver mais nada!
Meu passado me condena
O tempo me aprisiona
Não posso fazer nada
Pois, sou apenas restos de algo que já foi grande!
Hoje eu sou apenas cinzas
Cinzas de história perfeita
Cinzas de uma história que não pode ser concluída
Apenas cinzas de um sonho
Sonho que nem foi iniciado!
Agora o que resta
É escutar
A respiração ir embora
É só esperar
O tempo passar
Pois, estou escutando
A minha respiração acabar!

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s