"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

Às vezes

Às vezes,

O ar parece uma prisão

Às vezes,

O relógio parece uma corrente

Às vezes,

Tudo dá errado

Às vezes,

Dá para ouvir o silêncio gritar!

Às vezes,

As palavras perdem os significados

As linhas parecem tortas

Tudo parece em vão!

Às vezes,

As lagrimas são as últimas esperanças

O travesseiro é o único amigo

E nada parece importar!

Quantas vezes tudo deu errado?

Quantas vezes o mundo pareceu não girar?

Quantas vezes você já pensou em desistir?

Às vezes,

Um sorriso

Pode ser tudo que você queria

Às vezes,

As palavras não são necessárias

Às vezes,

O silêncio é a melhor resposta

Quantas vezes a luz pareceu não estar no final do túnel?

Quantas vezes as palavras não foram suficientes?

Quantas vezes?

Lembre-se das respostas

Lembre-se das perguntas

Junte tudo

E apenas feche os olhos

Deixa que a lagrima caia

Deixa que a última lagrima caia

Às vezes,

Funciona

Às vezes…

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s