"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

Borrões

Minhas lágrimas caem
E escorrem pelo meu rosto
Escondendo aquele sorriso
Que não volta mais!

As lágrimas caem de novo
Manchando minhas palavras
Deixando apenas borrões
Que não tem significados!

As lágrimas continuam a cair
Continuam a manchar
Continuam a borrar
Até o poema acabar!

Não sei por que continuar
Não faz sentido tentar
Pois, no fim
Tudo no final só restaram borrões inúteis!

A solidão do meu quarto
Só pode me alegrar
Pois, as paredes são minhas folhas
E elas me obrigam a criar!

Se não posso falar
Ficarei calado
Se não posso sorrir
Também não vou chorar!

Se estou sem ar
Não vou respirar
Não sei como
Mas, vou apenas aceitar!

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s