"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

No final…

Palavras são escritas
Versos são criados
Poemas são vividos
Mas, no final,
Tudo é igual!
Palavras são ditas
Sentimentos são vividos
Mas, no final…
Não entendo porque no final
Eu sempre termino aqui
Sozinho
Com a caneta em mãos
Com palavras não ditas
E com as lembranças escritas no papel!
Eu sempre fico aqui,
Caminhando na minha escuridão
Conversando com as minhas memórias
Me escondendo na minha mente!
No final,
Eu sempre fico aqui
Como um sujeito banal
Ou um rapaz normal,
Que vaga por aí
Caminhando sozinho
Caminhando para o nada
Apenas seguindo um caminha
Que não leva a lugar nenhum!
Ou leva para todos os lugares!?
Apenas um caminho que ninguém sabe
Quando termina
Como termina
Ou se termina!
Um rapaz normal
Um ser da escuridão
Um ser com vários nomes
Ou sem nome algum
Apenas um andarilho qualquer
Que segue no seu caminho
Esperando o final!

Pablo S Rosa

Anúncios

Uma resposta

  1. A foto ilutra bem o texto.
    Lembre-se: tenha sempre o pincel a mão.

    O retorno a si mesmo é inevitável.

    leia o Alquimista de paulo Coelho
    http://www.netsaber.com.br/apostilas/apostilas/1544.pdf

    23/09/2011 às 9:02

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s