"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

Poesia das flores

A luz radiante da lua
As tempestades de uma noite intensa
As estrelas caindo
E o poeta ainda está caminhando sozinho
Enquanto as rosas crescem no jardim!
Elas vão crescendo desiguais
Mas, vão crescendo juntas
Florindo o campo!
Todas criando pétalas
Mas, também criando espinhos
Que sempre crescem mais rápido!
Todas as flores crescem neste jardim
Todas juntas
Todas com as mesmas cores
Todas longe do poeta1
Todas as flores crescem neste jardim
Segurando suas estrelas
E mantendo0as longe do poeta!
Todas as flores crescem neste jardim
E o poeta sempre assiste elas crescerem
Mas, assiste de longe
Pois, o poeta vive na montanha
Vive puxando as estrelas
Vive fazendo as flores mudarem de cor
Vive fazendo as tempestades
Vive sob a luz da lua
Vive!
Todas as flores crescem neste jardim
Mas, o poeta cresceu na montanha
Mas, o poeta fala de outra flor
Será que é só imaginação dele?
Será que é apenas uma loucura dele?Todas as flores crescem neste jardim
Mas, depois da loucura do poeta
Crescem diferente
Algumas crescem com outras cores
Algumas crescem sem espinhos
Para aproximar-se do poeta
Outras crescem com espinhos maiores
E apontados contra o poeta
Mas, o poeta ainda cresce na montanha
Ainda observa as flores
Ainda derruba as estrelas
Ainda cria tempestades
Ainda VIVE!

 

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s