"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

E o tempo passou?!

Ano após ano, dia após dia, as coisas vão mudando, se alterando cada vez mais rápido. Antigamente azul e branco combinavam, hoje, estampas floridas se destacam, amanhã calça roxa e blusa amarela são a combinação perfeita. Antes, rock usava preto e embalava gerações, hoje é colorido e dura alguns meses. Moicano era “moda” de punk, era uma forma de protesto, hoje é estilo de jogador de futebol. Afinal, se tudo muda o que realmente importa?

Muitos se dedicam a seguir um estilo, uma tendência e fazem disto o sentido de sua vida, mas o que acontece quando a moda passa? Para onde estas pessoas vão? Atualmente, existem muitas pessoas que passam a vida seguindo “modas” para se enquadrar em determinados grupos sociais, elas esquecem a própria opinião, o próprio gosto, apenas para ter “amigos. Mas, que tipo de amigos são esses? E o que leva uma pessoa a fazer isso?

Uns dizem que é falta de personalidade. Outros dizem que é natural do ser humano procurar grupos para se enquadrar, outros ainda alegam que é insegurança ou medo. Mas, medo de quê? Medo de ser diferente, de não ser compreendido, de ficar sozinho, mas, vale a penas usar uma fantasia só para ser aceito? E se um dia a mascara cair? Vale à pena renegar o que acredita só para se enquadrar? E quando a moda passar?

Atualmente carregamos valores superficiais, ideias que se prendem apenas a aparência demonstrada. Não lembramos mais da família, dos verdadeiros amigos, pois isto é careta. Não nos preocupamos em conhecer, em pensar, pois poderíamos ser diferentes. Mas, qual é o problema em ser diferente?

Então, (de novo) o que realmente importa? Importa o que a gente acredita, o que a gente quer o que nos faz evoluir, o que nos faz feliz. Importa valorizar quem nos valoriza, quem nos aceita da maneira que somos, pois isto é amizade, isto é família. Importa sermos nós mesmos, pois, molduras boas não salvam quadros ruins, apenas dão um retoque.
Então, pergunte-se: “O que importa para mim? O que me faz feliz? Quem importa para mim? Quem me faz feliz?” E achará o simples caminho para ser feliz!

Pablo S Rosa

Anúncios

2 Respostas

  1. Pra começar, o conceito de moda é muito relativo, ou seja, ela é só uma febre. Começa em alguns tempos, depois termina. Quantas “músicas modinhas” a gente já escutou? Tais músicas fizeram sucesso no máximo alguns dias, depois desaparecem da nossa mente já tão entorpecida.

    É impossível controlar essa sociedade do espetáculo, onde tudo vira uma oportunidade para alguém chegar as paradas de sucesso, mesmo que sua música não tenha conteúdo algum. Podemos e devemos questionar isso. O que importa mais não é a qualidade e o impacto que uma canção traz, e sim, o número de execuções nas rádios. Infelizmente, vivemos na era da “melhor banda da última semana…”

    Ainda bem que existem caras e bandas que apesar da distância no tempo, não saem de moda. Estou me referindo à gente do nível de Paul McCartney, Eric Clapton, Ringo Starr, David Gilmour, e bandas como o Deep Purple ou U2, o conjunto mais estrondoso, magnificante e poderoso atualmente.

    04/11/2011 às 16:45

  2. Pablo Rosa

    Primeiramente, a questão da musica “modinha” foi mais um exemplo, a minha verdadeira intenção é levar a refletir sobre o aumento da futilidade e sobre a quebra dos valores que levamos conosco, pois mesmo que tenhamos bom gosto musical ou um estilo “legal”, o que realmente importa para a gente? Os valores também são passageiros?
    E mesmo sobre as musicas que nunca saem de moda, vale a pena segui-las cegamente? Vale a pena incorporar só os valores que ela prega?
    Obrigado pelo comentário e pela nova visão do texto!

    04/11/2011 às 17:04

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s