"A verdadeira poesia não diz nada, apenas destaca as possibilidades. Abre todas as portas. As pessoas podem atravessar aquela que se lhes ajusta." Jim Morrison

Jardins da Babilônia

A brisa sopra lá fora balançando levemente os galhos das arvores. Os corvos cantam no jardim enquanto eu estou lá dentro, enrolado na coberta, pois é o único lugar que pode me acolher.
E a brisa continua soprando, escondendo a cor de todas as flores.

Os ponteiros do relógio rodam rápido enquanto eu olho para um jardim sem cor, um jardim que costumava significar algo, mas hoje não tem sentido algum. Olho e sinto como se faltasse alguma coisa, como se um pedaço de mim fosse embora junto com a cor das flores. Por mais que os ponteiros rodem, parece que eles ficam no mesmo lugar, pois, olho pela janela e ainda vejo aquele jardim sem cor, sem significado e, por mais que eu tente, não consigo entender, não consigo aceitar, não consigo me acostumar com jardim sem cores. Como é possível que uma leve brisa retire a cor das flores?

Os ponteiros do relógio estão parados, mas vejo que os primeiros raios de sol tocarem o jardim. Vejo que os corvos foram embora. Vejo uma jovem garota, com uma flor na cabeça, caminhando no jardim. Vejo-a colhendo as flores e fazendo um buquê. Mas porque ela pegaria estas flores sem cor para fazer um buque? Porque não escolher as flores mais coloridas e perfumadas? Enquanto me pergunto, a garota continua colhendo as flores, feliz, como se estivesse colhendo as flores mais bonitas do mundo. Continuo ali, na janela, observando-a caminhar em direção a minha porta e depois sair andando calmamente. Desço as escadas correndo, abro a porta e vejo aquele buquê que ela estava fazendo, com um cartão em meio às rosas: “Ás vezes, o jardim pode parecer sem vida, ás vezes, as flores podem parecer sem cor, mas nunca pense que elas são todas iguais, pois, basta colhe-las para formar um lindo buque, basta colhe-las para que outras nasçam em seu lugar!”

 

Pablo S Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s